Universidade Católica de Pelotas Blog da UCPel
Webmail
Aducpel
Agenda de Eventos
Ass. Judiciária
Ass. Médica Ambulatorial
Avaliação Institucional
Balanço Social
Biblioteca
Calendários Acadêmicos
Capelania
CAPS - Centro de Apoio Psicossocial
Chegue Mais Perto
CIPA
Clínica de Fisioterapia
Clínica Psicológica
Comitê de Ética
Conheça Pelotas
Documentos PRAC
Doutorado
Editais e Publicações Oficiais
Editora Educat
EDR - Escritório de Desenvolvimento Regional
Especialização
Estrutura
Extravestibular
Formas de Ingresso
Graduação
Histórico da UCPel
Hospital Universitário
Incubadora de empresas – CIEMSUL
Instituição Comunitária
Intranet
Itepa
Laboratório de Análises Clínicas
Links de Interesse
Mantenedora
Marca UCPEL
MBA e Especialização
Mestrado
Missão e Visão
Moodle
NAE - Núcleo de Apoio ao Estudante
Notícias
Perguntas Frequentes
Plataformas Lattes
Política de Ensino
Politicas de Extensão
Política de Pesquisa
Proficiência em Língua Estrangeira
Projetos de Extensão
ProUni
Rádio Universidade
Seleção Docente
SINAES
Sinpro
Telefones
Trabalhe na UCPel
Unidades Básicas de Saúde
Vestibular
Vídeos
Webmail
Administração
Arquitetura e Urbanismo
Atlas de Histologia Médica
Atlas de Histologia Médica II
Cartão Sou UCPel
Centro de Incubação de Empresas da Região Sul (Ciemsul)
Certificados
Ciências Contábeis
CPA - Comissão Própria de Avaliação
Design de Moda
Direito
Editora Educat
Enfermagem
Engenharia Civil
Engenharia de Computação
Engenharia Elétrica
Farmácia
Filosofia
Fisioterapia
Gestão Comercial
Gestão de Recursos Humanos
Gestão Financeira
Grupo Interdisciplinar de Trabalho e Estudos Criminais-Penitenciários (Gitep)
Hospital Universitário São Francisco de Paula (HUSFP)
Jornalismo
Jovem Aprendiz
Laboratório de Engenharia Civil
Laboratório de Química Ambiental
Laboratórios de Informática - Centro Politécnico
Letras
Mestrado e Doutorado em Letras
Mestrado e Doutorado em Política Social
Mestrado e Doutorado em Saúde e Comportamento
Mestrado em Engenharia Eletrônica e Computação
Mestrado Profissional em Saúde da Mulher, Criança e Adolescente
Memória Fotográfica
Núcleo de Apoio ao Estudante (NAE)
Pacto Universitário de Direitos Humanos
Pedagogia
Portal do Egresso - Sempre UCPel
Programa de Residência Médica
Psicologia
Publicidade e Propaganda
Rádio Universidade (RU)
Revistas da UCPel
Salão Universitário
Serviço Social
UCPel Mais Saudável
Vestibular

Sapu

moodle

 
 
 
 
 
Cursos
home / notícias / Aglomeração no entorno da UCPel atrapalha acadêmicos e professores
NOTICIAS

Aglomeração no entorno da UCPel atrapalha acadêmicos e professores

14.03.2019 | Institucional

Nesta segunda-feira (11), o recorrente cenário de caos e desrespeito tomou conta do entorno da Universidade Católica de Pelotas (UCPel). A situação impede professores e funcionários de oferecer serviços educacionais com qualidade, o que gera impacto direto no processo de aprendizagem dos acadêmicos.

O barulho da aglomeração de centenas de pessoas e a música alta, muitas vezes, impedem a conclusão de aulas, relata a estudante de Letras, Patricia Barbosa. Para ela, os jovens que ocupam a Gonçalves Chaves deveriam se solidarizar com o horário letivo da UCPel. “Enquanto nós estamos estudando um pouquinho de respeito seria bom”, afirma.

Além da problemática, a acadêmica de Administração, Natalha de Oliveira, acrescenta o acúmulo de lixo no entorno da Universidade e a insegurança gerada nas situações de grande aglomeração de pessoas. “Tem pessoas ali no meio procurando oportunidade para um assalto, isso atrapalha e nos deixa inseguros, sem saber como agir”, diz.

Para a professora Carla Ávila, os maiores prejudicados são os alunos que trabalham durante o dia e estudam à noite. Segundo afirma, a questão também serve para refletir sobre os espaços de sociabilidade da juventude pelotense. “É uma questão de respeito ao outro, ao espaço dessa Instituição, fonte do processo e investimento na educação de muitas pessoas”, opina.

A situação também atinge moradores da vizinhança da Católica. Há 33 anos, Vera Lúcia de Sousa reside próximo da UCPel e, conforme conta, hoje se sente desamparada ao ver sua casa se transformar em um banheiro público. “Já fiz abaixo assinado e conversei com a Prefeitura, mas me sinto de mãos atadas porque nada adianta. Não sei mais a quem recorrer”, confessa.

Com o ocorrido da segunda-feira, a UCPel retomou contato com órgãos públicos e forças de segurança, a fim de encontrar soluções – medidas buscadas desde 2012. De acordo com nota oficial publicada pela Católica na terça-feira (12), a resposta está nas mãos dos poderes Executivo e Legislativo de Pelotas, uma vez que ações educativas e repressivas não surtiram efeito conclusivo.

Redação: Piero Vicenzi

VER TODAS AS NOTÍCIAS